Como encontrar um imóvel com valor abaixo do mercado?Quer aumentar suas chances de comprar um imóvel abaixo do atual valor de mercado? Basta olhar para um proprietário que não deu ouvidos ao seu Corretor.

Os melhores Corretores de Imóveis incentivam os clientes a fazerem o que for preciso para deixar o imóvel no melhor estado possível antes de anunciá-lo. Quanto melhor for a apresentação do imóvel, maiores as chances de vendê-lo por um bom valor.

Às vezes, isso pode ser tão simples quanto remover itens pessoais, ou livrar-se das tralhas. Em outros casos, o corretor pode sugerir correções maiores, como pintura, a substituição do carpete ou reforma de bancadas e armários. Proprietários experientes escutam seus Corretores, fazem as alterações sugeridas e deixam o imóvel na sua melhor forma antes de colocá-lo no mercado. No entanto, isso nem sempre é o que acontece.

Por uma série de razões, muitos proprietários se opõem às correções sugeridas. Ou eles não querem ter o trabalho, não acham que as correções farão diferença ou não têm os recursos financeiros para fazê-las. Inevitavelmente, isto significa que o comprador receberá um desconto sobre esse imóvel.

Como encontrar um imóvel que pode ter seu valor reduzido

Você encontrou um imóvel à venda com uma boa localização, com um preço que parece razoável, mas que por algum motivo já está no mercado há algum tempo? Este é o imóvel que você irá querer ver de perto, porque é provável que o proprietário não tenha dado ouvidos ao seu Corretor.

Aqui estão algumas pistas que você deve investigar.

Mobiliário grande ou móveis em excesso

Muitas vezes, um proprietário pode ter um amontoado de móveis, o que faz o imóvel parecer pequeno para os potenciais compradores. Imagine os quartos com menos móveis ou móveis menores. Esteja ciente de que muitos compradores potenciais dificilmente superam a impressão de que os quartos são muito pequenos, e estarão propensos a mudar para um imóvel que pareça maior.

Do ponto de vista do comprador, isso pode dar uma margem para negociar um bom desconto.

Ambientes escuros

Você não precisa ser um decorador ou designer de ambientes para saber que cores fortes no piso e/ou nas paredes, não apenas tiram a luminosidade do ambiente (preto absorve luz, branco reflete), como dão a impressão de que ele é menor.

Obviamente, um detalhe numa cor mais escura não é o problema, mas sim o uso exagerado de cores escuras num mesmo ambiente. Imagine um quarto com um porcelanato escuro ou piso de madeira, móveis com acabamento em mogno ou ébano e, para completar, uma parede pintada de “vinho”.

Um comprador experiente sabe que isso pode fazer com que o imóvel fique estagnado por meses, e usará isso para conseguir um desconto considerável na venda.

Acúmulo de objetos pessoais

Um comprador procura ver a si mesmo vivendo no imóvel – não os atuais proprietários. Muitas vezes, no entanto, o vendedor não “despersonaliza” o imóvel o suficiente. Mesmo contrariando as recomendações do Corretor, muitas vezes eles atribuem um valor sentimental para os objetos, e recusam a se desfazer deles, ou ao menos ocultá-los.

E assim, potenciais compradores dão de cara com paredes decoradas com fotos de família, quadros que foram herança, e lembranças de viagens. Na melhor das hipóteses, os compradores tendem a ver coisas muito pessoais como bagunça, o que tira o foco do imóvel.

E para o comprador essa percepção também pode arruinar o que teria sido um ótimo negócio. A planta do imóvel agradou? As cozinhas e os banheiros estão em condições aceitáveis? É na área onde você quer morar? Se você disser “sim” a tudo isso, pense com um pouco mais de calma. Imagine a casa sem as tralhas do proprietário.

“Patinhos feios” representam boas oportunidades

Concluindo: os proprietários que não escutam seus Corretores dão aos compradores conscientes, inadvertidamente, um desconto. Para você enxergar esse potencial, tente entender o máximo que puder sobre as motivações do proprietário. Procure proprietários que ignoraram o conselho dos seus Corretores. Enquanto o senso comum pode levá-lo a dar as costas para um imóvel com uma má apresentação, resista a este pensamento. Imagine o potencial. E em seguida, uma vez que a casa for sua, faça essas pequenas mudanças que o proprietário deveria ter feito. Imediatamente, você irá agregar valor ao seu novo imóvel, graças ao antigo dono.

Quer ler mais artigos como este? Crie agora sua conta gratuita no Movia para manter-se informado sobre tudo o que acontece no mercado imobiliário:
www.movia.com.br