5 erros que os proprietários cometem ao colocar um imóvel a vendaNeste período de queda de preços no mercado imobiliário, os proprietários que estão colocando seus imóveis a venda precisam ter atenção redobrada para não cometer pequenos deslizes que podem atrasar a transação, ou pior, prejudicar o próprio bolso.

Os compradores estão cautelosos, e não querem tomar uma decisão ruim. É mais importante do que nunca estar disposto a colaborar com potenciais compradores e estar prepararado da melhor maneira possível para que a venda seja bem sucedida.

Aqui estão cinco erros que os proprietários devem evitar ao colocar seu imóvel no mercado:

Não levar o primeiro interessado a sério
Noventa por cento das vezes, o primeiro interessado será seu melhor comprador. De um modo geral, o potencial comprador que faz a primeira oferta é altamente motivado e está pronto para fazer negócio. A primeira oferta pode ser menor do que você gostaria, mas é para isso que existe a negociação.

Você pode recusar a oferta inicial, na esperança de que apareçam ofertas melhores, mas muitas das vezes em que o imóvel fica muito tempo no mercado, foi porque o vendedor não fechou com o primeiro comprador. Três meses depois, o proprietário acaba tendo uma oferta 5% menor do que a primeira. A esta altura, o primeiro interessado já comprou outro imóvel.

Oferecer descontos aos compradores por reparos que você preferiu não fazer
Suas paredes apresentam rachaduras ou mofo? Você tem um vazamento hidráulico ou uma janela que não fecha direito? Então invista um tempo e dinheiro para deixar seu imóvel (o máximo possível) livre de proboemas, antes de anunciá-lo.

Compradores também são pessoas ocupadas. Eles não querem ter que se envolver com manutenção ou reparos depois de fechar negócio. O que eles irão fazer é apontar esses problemas, e pedir um desconto no valor de venda do imóvel.

Em vez de oferecer esses descontos, invista um dinheiro adiantado e faça o trabalho você mesmo. Seu imóvel será vendido mais rápido. E provavelmente, você vai recuperar o investimento e talvez até um pouco mais. Uma visita de R$ 500 de um bombeiro ou eletricista, pode fazê-lo economizar R$ 5.000 que você acabaria dando de desconto por não consertar aquilo que estava com problemas.

Fazer alterações muito pessoais no imóvel
É comum os proprietários fazerem alguma alteração no imóvel porque acham bonito, como uma parede texturizada de cor forte na sala, e achar que os compradores também irão gostar. Evite. Seu dinheiro será melhor empregado em pequenas melhorias no banheiro ou na cozinha.

Pense com cuidado sobre qualquer projeto no imóvel antes de colocá-lo a venda. Se você precisa fazer escolhas sobre cores ou estilos, opte por algo neutro. Se você não tiver certeza, pergunte ao seu Corretor ou um designer de interiores. Lembre-se, a maioria dos compradores prefere dar seu próprio toque à casa.

Pedir um valor muito alto
Quando você pede um valor muito alto pelo seu imóvel, você não está enganando ninguém. Compradores informados sabem o preço médio na sua região. E se não souberem, o Corretor deles saberá. Se o preço pedido é alto demais, seu imovel pode ficar estagnado por um longo tempo. Quanto mais tempo ele fica, menos atrativo ele é para potenciais compradores. Você pode acabar tendo que reduzir o preço – às vezes mais de uma vez. Corretores e compradores pesquisam anúncios de imóveis o tempo todo, e eles podem simplesmente ignorar o seu. Eles vão interpretar que há algo de errado com seu imóvel e ir para o próximo anúncio. Se você estabelece o preço certo desde o início, você tem chances melhores de receber mais do que se tivesse colocado ele muito alto, e depois tê-lo abaixado várias vezes. Além disso, você vai ter economizado meses e meses de custos de manutenção, anúncios, impostos, etc.

Dificultar visitas ao imóvel
À medida que o mercado se reaquece, Corretores e compradores vão procurar imóveis online. Se sua casa tem o preço certo e é atrativa, você pode começar a receber pedidos de visitas nas primeiras horas do anúncio.

Um vendedor sério deve tornar a casa fácil de mostrar aos potenciais compradores. Isto significa estar preparado para receber mais de um interessado ao mesmo tempo, e ter horários de visitas flexíveis. E principalmente, o imóvel precisar estar sempre “apresentável”. Afastando potenciais compradores ou dificultando a visita, você manda uma mensagem negativa – que você não está motivado ou sério sobre a venda. Se você ocupa o imóvel que está anunciando, planeje antecipadamente as visitas com seu Corretor. Se você sabe que não tem disponibilidade em determinados dias ou horários, mantenha-o informado.

O mercado muda, e os compradores e vendedores precisam se adaptar a essas mudanças. Não é tão fácil colocar sua casa no mercado. Se você está seguro sobre a venda, muito cuidado com esses erros. Procure um bom Corretor no Movia e comece com o pé direito.