Prêmio Corretor do Ano é uma iniciativa que visa elevar o padrão da profissão do Corretor de Imóveis, por meio do reconhecimento do desempenho dos profissionais que se sobressaíram em suas regiões e em âmbito nacional.

A premiação, que teve início este ano, conta com o apoio do Sistema COFECI-CRECI. O ápice da edição 2015 foi a entrega do Prêmio aos vencedores, que aconteceu durante o VII Enbraci – Encontro Brasileiro de Corretores de Imóveis – no dia 14 de setembro, em Curitiba.

Os corretores premiados já estão colhendo os frutos do seu esforço, sob a forma de maior exposição no mercado e aumento significativo nas vendas por eles realizadas.

Para divulgar o mérito destes profissionais, começaremos uma série de entrevistas, aonde os vencedores falam um pouco da sua trajetória na carreira. Confira a primeira destas entrevistas com João Hercílio de Araújo, ganhador da categoria Interior – Mato Grosso do Sul.

Prêmio Corretor do Ano
1) Nome
João Hercilio de Araujo Filho
Perfil profissional: https://corretor.movia.com.br/Site/joaojr

2) Apelido
Araújo 220 volts

3) Idade
36 anos

4) Tempo de Profissão
“10 anos de Luta”

5) Especialidades

Vendas em Condominios Fechados, Lançamentos de Apartamentos, Imóveis Usados Particulares

6) Região de atuação

Campo Grande e Interior do Mato Grosso do Sul

7) Número de unidades vendidas/alugadas ano passado

  • 134 Lotes no Terras Alphaville (Dourados)
  • 54 Lotes no Ecoville (Dourados)
  • 32 unidades entre casas e sobrados de Imóveis Avulsos
  • 77 Lotes Alphaville Campo Grande 3

8) Como começou na profissão?

“Na verdade está no sangue. Quando tinha 13 anos já abria a imobiliária do meu pai. Em 2003, fiz a Faculdade de Ciências da Gestão Imobiliária e dei entrada no CRECI em Mato Grosso do Sul em 2005. Fiz algumas pós graduações em Direito Imobiliário e Avaliação Imobiliária. Atualmente faço MBA em Marketing na Fundação Getulio Vargas.”

9) Porque escolheu ser corretor?

“Eu amo ser Corretor de Imóveis! Quando nasceu meu filho resolvi mudar minha vida. Iniciei a faculdade, e depois de formado trabalhei em grandes imobiliárias. Hoje tenho duas imobiliárias, uma na capital e outra no interior. Tenho dois cargos de confiança no SINDIMÓVEIS de Mato Grosso do Sul: Vice Diretor Administrativo e Diretor de Relações Públicas no SINDIMÓVEIS-MS.”

10) Descreva qual seu diferencial na hora de vender e atender seus clientes.

“Sorriso sincero, olho-no-olho, ser sempre verdadeiro, simpático e alegre.”

11) O que fez sua carreira melhorar?

“Tenho clientes de mais de 8 anos que confiam em mim e se tornaram amigos. Eu não me preocupo somente na venda, e sim em atender bem o cliente para sempre fazer um ótimo negócio, pois é aí que se conquista a confiança para realizar novos negócios e novas indicações.”

12) Como você faz para se manter atualizado na profissão?

“Tenho mais de 70 treinamentos com certificados. Este ano mesmo fiz o treinamento mais antigo do mundo – DALE CARNEGIE TRAINING 102 anos de existência em vários lugares do mundo -, participei do 15º Congresso Nacional de Vendas.

Fui ao maior evento de Marketing Imobiliário da América Latina, o Conecta Imobi, ajudei a realizar o 1º Seminário Imobiliário do Mato Grosso do Sul, feito pelo SINDIMÓVEIS, e participei do V Seminário Cidades Brasileiras.

Além disso, sempre vou nos eventos e congressos sobre o mercado imobiliário. Às vezes os custos ficam pesados por causa de passagem e hospedagem, mas se eu pudesse iria em todos (risos).”

13) Você exige exclusividade nas vendas? Caso afirmativo como faz para convencer seus clientes?

“Sim. Explico a importância da exclusividade para fazer um trabalho diferenciado e atender as expectativas do meu cliente e vender pelo melhor preço e menor tempo possivel divulgando em sites da minha região e enviando para clientes da minha carteira.”

14) Quais são as maiores dificuldades da carreira na sua opinião?

“Eu acredito que o mercado esta difícil pela crise que o Brasil está passando, as taxas de juros que estão mudando e dificultando os financiamentos, mas é na crise que aparecem as oportunidades. Nós corretores de imóveis temos que sempre inovar, criar e recriar novas maneiras de vender.”

15) Uma história pitoresca?

“Teve um relançamento de um condomínio fechado, há a uns 5 anos. Muito bacana, com Campo de Golfe, 120 hectares, sendo 70% área verde. Lindo, mas distante da cidade e muito difícil de vender. No meio de 25 imobiliárias, eu fui o Corretor de Imóveis que mais vendeu, quebrando alguns paradigmas. Teve um Corretor de Imóveis que ficava falando muito mau de mim, e um dia atendi um cliente dele. Fiz a venda e coloquei no nome dele. Quando ele soube desta minha atitude, veio me agradecer e pedir desculpas por me julgar. Eu  fiquei contente porque o que é pra ser da gente, o nosso pai lá de cima, nosso Deus sabe o momento de cada um. E as grandes construtoras e incorporadoras sempre analisam os resultados em números, e eu sempre fui analisado e julgado por números.”

16) Quais são seus planos para o futuro?

“Desenvolver os meus projetos imobiliários, aprimorando e valorizando a nossa profissão. Quero ser reconhecido nacionalmente como melhor Corretor de Imóveis do ano. Sempre busquei resultados positivos e audaciosos no mercado imobiliário eu gosto de desafios, e vou pra cima.”

17) Ganhar o prêmio 2015 surtiu algum efeito no seu desempenho de vendas?

“Com certeza! São momentos únicos, que ficam gravados em nossas vidas. É muito bom quando o cliente faz a avaliação do nosso trabalho, porque faz a gente conversar e fazer negócios futuros. Quero ser o melhor Corretor do ano do meu estado e Nacional. Fico muito feliz em poder ser homenageado diante de todos colegas de profissão, e principalmente ver seus amigos batendo palmas para você. Isso não tem preço, e sim valor.

Logo que cheguei aqui fiz quatro vendas. Estou bem animado e feliz, porque recebi vários elogios e incentivos dos amigos e familiares. Muitos me agradeceram pela seriedade, honestidade e reconhecimento do nosso Estado. Criamos um grupo dos vencedores do Prêmio Melhor Corretor do Ano. Essa interação é muito boa porque abrange corretores de todo o Brasil.”

Leia também: Perfil Corretor do Ano: Caroline Nogueira